Transformação digital já é principal preocupação das empresas

transformação digital

Quais ameaças aos negócios fazem os executivos de risco, auditoria e conformidade perderem o sono?  

A cada trimestre, o Gartner faz pesquisas com executivos seniores de setores diferentes em diversos países do mundo que relatam quais são os riscos que vem surgindo no horizonte, desde iniciativas de mudança e fatores externos, até falha na privacidade dos dados. 

No último relatório, que aborda o segundo trimestre de 2019, entre os dez principais alertas, se destacaram a preocupação dos pesquisados em acompanhar um cenário de rápida mudança nos negócios, motivado em grande parte por atrasos ou erros conceituais na implementação de estratégias de transformação digital. 

transformação digital riscos

Confira quais são os 10 principais riscos emergentes, segundo o Gartner:

1 - Ritmo de Mudança

O risco de grandes organizações não conseguirem responder com rapidez suficiente às mudanças fundamentais que ocorrem no cenário dos negócios.

2 - Digitalização atrasada

O risco de que iniciativas de transformação digital tardias causem um crescimento estagnado e uma organização perca espaço em seu setor para concorrentes mais atualizados.

3 - Escassez de talentos

O risco de que, no ambiente atual de desemprego historicamente baixo, as organizações sejam incapazes de encontrar o talento necessário para alcançar seus objetivos estratégicos.

*Vale salientar que apesar do desemprego se manter em níveis extremamente altos no Brasil, nos EUA, ele chegou no segundo trimestre, ao seu nível mais baixo desde 1969.

4 - Erros conceituais na digitalização

O risco de mudanças e implicações no modelo de negócios da organização devido a uma entrada na digitalização não é suficientemente compreendido ou gerenciado, deixando a empresa exposta a riscos desconhecidos.

5 - Localização de Dados

O risco de que os requisitos de localização de dados na evolução das leis de proteção de dados em todo o mundo alterem drasticamente a abordagem da organização em relação à hospedagem de dados.

6 - Percepção da resposta ao risco

O risco de, após um evento de risco altamente divulgado, que as ações executadas pela organização sejam percebidas como insuficientes ou que a organização não fez o suficiente para corrigir o erro.

7 - Tarifas de retaliação / Guerra comercial

O risco de aumento das tarifas retaliatórias dificulta significativamente a capacidade das organizações de mover produtos ou serviços através das fronteiras internas.

8 - Políticas e procedimentos "ultrapassados"

O risco de que as políticas e regras da sua organização sejam vistas desatualizadas aos olhos de uma força de trabalho jovem e você perca os principais talentos em potencial (por exemplo, códigos de vestuário desnecessariamente formais).

9 - Força de trabalho remota

O risco de que uma força de trabalho remota em crescimento, tanto no modelo de trabalho como em casa e no espaço de trabalho, exponha involuntariamente a organização a vulnerabilidades na privacidade dos dados e na segurança de informações confidenciais.

10 - Sustentabilidade

O risco de sua organização não estar fazendo o suficiente para demonstrar sustentabilidade como parte da responsabilidade corporativa, sofrendo perdas por danos à reputação.

Deixar para depois pode ser tarde demais...

Analisando os itens relatados pelo Gartner, fica bem claro que a transformação digital é um dos principais receios dos entrevistados, seja pelo seu “ritmo de mudança” que é motivado pelo medo de perder espaço para concorrentes mais ágeis, ou por trilhar caminhos muitas vezes incertos. Este cenário se torna hostil por conta do aumento no número de concorrentes disruptivos e falhas ao não conseguir atender às necessidades e demandas dos clientes ou mudanças nas necessidades dos consumidores.

Esta nova realidade exige que líderes corporativos estejam cada vez mais antenados nas tendências do mercado e entendam de uma vez por todas que a transformação digital não é algo fugaz, mas sim um processo contínuo de mudança que deve ser compreendido e incorporado o quanto antes pelas empresas, antes que o espaço no mercado diminua e acabe sendo tarde demais. 

Há algumas semanas, publicamos um artigo em nosso blog, que aborda passos que devem ser atentamente observados por uma empresa antes de iniciar o processo de transformação digital, como entender o cenário atual da empresa, mudanças culturais, escolha da tecnologia e capacitação contínua dos colaboradores. Clique aqui para conferir!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Marcio Dearo

Marcio Dearo

Responsável pela arquitetura de soluções e pela gestão dos serviços providos pela Wtsnet, com 35 anos, tem passagem por empresas como Microsoft, Dell, Brasoftware e Consultorias de Tecnologia e Segurança, tendo gerido e implementado projetos em grandes empresas. Detém certificações técnicas e gerenciais, e atualmente trabalha no design de soluções na área de Cloud, Devops e Segurança, utilizando metodologia Ágil. Também entusiasta de Astronomia, Filosofia e Artes, desenvolve cada uma dessas áreas como seus hobbies.