File Server em nuvem: é possível? (Parte 3)

File Server em nuvem: é possível?

Marcio Kaue

Diante dos avanços da tecnologia, a Microsoft desenvolveu o Azure Files, uma solução de plataforma como serviço (PaaS) que está revolucionando a maneira como armazenamos e compartilhamos dados.

O Azure Files é um serviço de armazenamento da Microsoft Azure que permite criar compartilhamentos de arquivos na nuvem. Ele é baseado na tecnologia SMB (Server Message Block), que é a mesma usada por file servers locais, tornando a migração para a nuvem mais simples e familiar para muitos administradores de sistemas.

Nesse artigo vamos destrinchar as diferenças, vantagens e desvantagens de implementar o Azure Files na sua organização, substituindo o file server tradicional, a fim de trazer alta disponibilidade, disaster recovery, backups automatizados e escalabilidade exponencial.

Autenticação

Azure Files

O Azure Files oferece várias formas de autenticação, assinaturas de acesso compartilhado (SAS), autenticação baseada no Azure Active Directory (Azure AD) e autenticação hibrida com o Active Directory local.

File Server on-premisse

O Azure Files oferece várias formas de autenticação, assinaturas de acesso compartilhado (SAS), autenticação baseada no Azure Active Directory (Azure AD) e autenticação hibrida com o Active Directory local.

Permissões

Há diferentes formas de configurar as permissões em uma estrutura de compartilhamento de arquivos nos modelos subjacentes.

Azure Files

Azure Active Directory (Azure AD): Você pode aproveitar a autenticação baseada no Azure AD, que permite integrar suas políticas de acesso com identidades de nuvem. Isso fornece uma maneira mais flexível de gerenciar contas de usuário e grupos.

 Listas de Controle de Acesso (ACLs): Você pode configurar ACLs para controlar o acesso a compartilhamentos de arquivos no Azure Files, possibilitando definir permissões granulares, como leitura, gravação e execução em níveis de compartilhamento, diretório e arquivo, recordando bastante a gestão tradicional dos servidores locais.

Para configurar ACLs, é necessário um servidor Windows configurado como controlador de domínio.

Tokens de Acesso com Assinatura (SAS): O Azure Files suporta a criação de SAS para compartilhar recursos com terceiros de forma segura. Com ele, você pode definir permissões específicas e o período de validade para acesso aos recursos.

File Server on-premisse

Credenciais Locais: Em um servidor de arquivos local, o controle de acesso é geralmente baseado em credenciais locais por meio de contas de usuário e grupos. As permissões são gerenciadas no próprio servidor.

Integração com Active Directory Local (AD DS): Muitas vezes, o controle de acesso em servidores de arquivos locais é pelo AD DS local. Isso permite que as políticas de acesso estejam alinhadas com a conformidade corporativa e identidades do domínio.

Menos Flexibilidade para Colaboração Remota: Servidores de arquivos locais são geralmente voltados para uso interno, o que pode tornar o compartilhamento e a colaboração remota mais complexos e limitados por meio de uma VPN.

Comparação

 

 

File Server Local

Azure Files

Custo Inicial

Alta despesa inicial, necessário arcar com hardware, licenciamento do Sistema Operacional e até infraestrutura.

Baixo custo inicial, custeando somente o consumo do armazenamento e a saída de dados da nuvem do Azure.

Escalabilidade

Difícil de escalar devido a limitação inicial do hardware.

Fácil escalabilidade, realizada diretamente pelo portal.

Confiabilidade

Fica à mercê da infraestrutura local e as a diversidades ambientais.

Alta confiabilidade e com SLAs garantidos pela fabricante.

Disponibilidade

Dependente da integridade da infraestrutura e de redundância de servidores secundários ou data centers locais.

Alta disponibilidade, replicação em data centers globais.

Segurança

Dependente das medidas locais de segurança: físicas e lógicas.

Recursos de segurança robustos fisicamente pela fabricante, havendo a necessidade de se preocupar somente com a parte lógica.

Backup e Recuperação

Dependente da gestão de soluções de backup de terceiros.

Backup automatizado e recuperação de desastres integrados.

Acessibilidade

Restrito à rede local ou por uma VPN.

Acesso global via internet ou por meio de uma integração híbrida.

Integração com outros serviços

Integração manual com outros serviços.

Integração fácil com outros serviços Azure.

Economia de Recursos

Uso intensivo de recursos locais, além de uma preventiva periódica.

Otimizado para eficiência de recursos e com soluções integradas para a construção de métricas.

Atualizações e Manutenção

Necessita de manutenção manual de hardware e software.

Atualizações e manutenção gerenciadas pela Microsoft.

Escalabilidade de Armazenamento

Limitado ao hardware local

Escalabilidade de armazenamento flexível conforme a demanda.

Localização Física

Limitado a um local físico.

Distribuição global de data centers de forma transparente.

Conclusão

A implementação de um File Server na nuvem com o Azure Files representa uma solução moderna e eficiente para o armazenamento de dados, oferecendo escalabilidade, acessibilidade e segurança. Com sua integração perfeita ao ecossistema do Azure, ele se torna uma escolha poderosa para empresas que buscam aprimorar sua infraestrutura de TI e se beneficiar das vantagens da computação em nuvem. Ao adotar o Azure Files, as organizações podem experimentar uma transformação positiva em suas operações de armazenamento de dados e colaboração em equipe.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

ÚLTIMOS ARTIGOS

Quer saber ainda mais?

Entre em contato conosco!