Archiving x Backup: Entenda as diferenças

backup vs archiving

Tanto o archiving (arquivamento), quanto o backup, são essenciais para a proteção de dados, e podem se complementar, no entanto, eles não são a mesma coisa e possuem importantes diferenças. 

O backup tem como principal função, recuperações operacionais, seja para recuperar um arquivo perdido ou um banco de dados corrompido. Por outro lado, o archiving tem como objetivo armazenar um dado que não está sendo mais ativamente usado. 

Vamos entender mais profundamente do que se trata cada um dos processos.

Backup

Um backup é o ato de copiar arquivos e dados para outro local, para que os mesmos sejam restaurados em caso de algum incidente, seja ele causado por ataques cibernéticos, erros humanos ou desastres naturais. 

O principal objetivo do backup é proporcionar uma recuperação rápida, em caso de imprevistos. Eles podem ser feitos através de discos, fitas ou nuvem e dependendo da organização e dos dados que são trabalhados, sua frequência pode variar, sendo feito de hora em hora, diariamente ou até semanalmente. 

Archiving

O archiving tem como objetivo principal, armazenar dados por um longo período de tempo, garantindo assim que registros importantes permaneçam acessíveis mesmo após um longo tempo após a sua criação.

Diferentemente do backup, o archiving não faz cópias, mas sim armazena dados que não estão mais sendo utilizados no dia a dia. Geralmente, isso é necessário para atender conformidades legais ou regulamentos pertinentes à área de atuação da empresa.

backup x arquiving

Archiving vs Backup

Agora que entendemos para que serve cada um dos processos, vem a dúvida: “afinal, precisamos dos dois?” A resposta é que depende. Depende da plataforma específica, dos requisitos e objetivos de cada uma das organizações. 

Apesar do disco tornar a combinação do processo de backup e recuperação em uma única plataforma mais realista do que a fita, uma prática recomendada é ter um sistema específico para o archiving. O processo de arquivamento possui requisitos de retenção e de pesquisa, e necessidades de recuperação diferentes dos backups, já que este último tem como objetivo a recuperação de curto prazo, enquanto o primeiro tem como característica, o longo prazo. 

Nos últimos tempos, houve um movimento em direção à convergência de backup e archiving, já que fornecedores e usuários veem os dois processos como complementares. Dessa forma, um administrador de TI pode gerenciar tanto o backups, quanto os dados de arquivamento. Algumas organizações usam software de backup para parte ou todo o seu arquivamento, pois os fornecedores de backup adicionaram recursos de arquivamento aos seus produtos. Manter arquiteturas separadas para archiving e backup pode ser cara e demorada, especialmente para uma pequena empresa que não possui muitos recursos.

Ainda assim, o indicado é ter processos separados para proteção ideal dos dados. As soluções de arquiving oferecem mais recursos para dados de arquivamento – como pesquisa de metadados e descoberta eletrônica – do que o software de backup geralmente fornece. E a mídia de backup possui recursos específicos para proteger os dados mais críticos de uma organização.

É evidente que nem todas estratégias são factíveis à toda empresa. Embora soluções como estas diminuam a exposição à riscos na maioria das pequenas e médias empresas por um custo atrativo, há alguns casos que devem ser incrementadas soluções que aceleram não só a recuperação da informação, mas tragam também o ambiente pré-desastre à operação. Nestes casos, soluções complementares tem sido cada vez mais usadas, um exemplo é a criação de site de Disaster Recovery, que permite que a operação de serviços essenciais sejam totalmente re-estabelecidos ao toque de um clique.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Marcio Dearo

Marcio Dearo

Responsável pela arquitetura de soluções e pela gestão dos serviços providos pela Wtsnet, com 35 anos, tem passagem por empresas como Microsoft, Dell, Brasoftware e Consultorias de Tecnologia e Segurança, tendo gerido e implementado projetos em grandes empresas. Detém certificações técnicas e gerenciais, e atualmente trabalha no design de soluções na área de Cloud, Devops e Segurança, utilizando metodologia Ágil. Também entusiasta de Astronomia, Filosofia e Artes, desenvolve cada uma dessas áreas como seus hobbies.