PaaS: O que é e quais os benefícios da Plataforma como Serviço?

PaaS: O que é e quais os benefícios da Plataforma como Serviço?

O modelo PaaS, sigla de Plataform as a Service, é um dos três pilares mais famosos, da computação na nuvem, junto com o SaaS (Software as a Service) e com o IaaS (Infrastructure as a Service), outros modelos de disponibilização de serviços de maneira escalável.
Assim como no SaaS, a Plataforma como Serviço direciona as empresas para uma era de inovação e praticidade, entregando soluções rápidas, sendo necessário apenas a ativação da plataforma, para utilizar os recursos.

PAAS gráfico

O que é PaaS?

PaaS é uma forma de disponibilizar plataformas de desenvolvimento e infraestrutura por meio da internet. Essas plataformas empresariais em nuvem são altamente seguras e ajudam a sua empresa a conduzir todos os departamentos com aplicativos personalizados, criados por departamentos de TI, que podem  facilmente ser adaptados de acordo com as necessidades, crescimento e mudanças do seu negócio. 

A Plataforma como Serviço é um modelo comprovado para o desenvolvimento e implementação de aplicativos sem as complicações de manter uma infraestrutura completa de hardware e software na sua empresa. As soluções PaaS são simples, seguras, dimensionáveis, muitas vezes auto escaláveis e contam com os mais recentes recursos e funcionalidades, evitando os transtornos de necessidade constantes de atualizações.

Quais os benefícios do PaaS?

Infraestrutura Pronta

PaaS conta com toda a estrutura necessária para criar e executar aplicativos em nuvem, diferentemente de soluções IAAS, você não precisa construir nada, basta fazer a ativação do recurso e consumi-lo a partir de então; 

Melhores Integrações

Os usuários podem acessar facilmente a plataforma através da internet, do mesmo modo que os aplicativos SaaS, entretanto diferentemente do SaaS aplicações também podem integrar-se com plataformas online de forma mais orgânica e flexível o que no SaaS normalmente dependeria de API’s pré-fabricadas; 

Inovação

Utilizando o PaaS, os departamentos de TI conseguem focar na inovação, sem a necessidade de administrar por exemplo, servidores de banco de dados, clusters de containers, Webservers etc. Com o PaaS está complexidade é abstraída e a administração da infraestrutura se torna mais simples, liberando a agenda para demandas de negócio;

Redução de Custos

Na maioria dos casos é mais barato utilizar PaaS, os custos de um servidor em nuvem com um Microsoft SQL Standard por exemplo, é consideravelmente maior que o de uma aplicação implantada no Azure utilizando o Microsoft Azure SQL.

Escalabildade

Aplicações Web e Banco de Dados podem ser escalados, ou seja, após a definição prévia de regras de negócio, é possível definir acréscimo de capacidade quando determinado consumo acontecer atendendo a demandas pontuais, este recurso é muito utilizado em ambientes que necessitam de escalabilidade automática como sites de e-commerce em épocas de grande venda como Natal.

Conclusão

Independente do seu negócio estar buscando desenvolver aplicações para clientes, funcionários ou parceiros, o PaaS otimiza o processo de construção e implementação de apps nativas em nuvem e garante a segurança necessária para você gerenciar tudo de qualquer lugar. 

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
Email
VICTOR MATSUMOTO

VICTOR MATSUMOTO

Formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, trabalha na área Suporte técnico a clientes. Desenvolvendo atividades na área de Infraestrutura, Segurança e Cloud. Atua em projetos de implantação de Firewalls, Endpoint protection e em regularizações de licenciamento Microsoft, possuindo certificações nestas áreas.